quarta-feira, maio 22, 2024

Loiro José

Loiro Jose é o maior e mais acessado site de culinária do Brasil

Janaína Rueda, de A Casa do Porco, é eleita melhor chef da América Latina

Para o chef Janaína Ruedaproprietária do restaurante A Casa do Porco e responsável pelo bar Dona Onça, pela lanchonete Hot Pork, focada em cachorro-quente, pela Sorveteria do Centro e pelo Merenda da Cidade, foi eleita a melhor chef mulher da América Latina pelo Latin America’s 50 Best Restaurants. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira, 5.

“Além de ser uma chef excepcional, Janaína Torres Rueda defende, há tempos, a gastronomia social e demonstra um compromisso inabalável com sua comunidade. Enquanto prestigiamos sua trajetória, aproveitamos para celebrar uma década de conquistas extraordinárias de talentosas chefs da região, que lideram a próxima era gastronômica””, afirma William Drewdiretor de conteúdo do Latin America’s 50 Best Restaurants, em comunicado oficial sobre o prêmio.

Cada um de seus restaurantes têm uma proposta distinta. Em A Casa do Porco, de alta gastronomia, a experiência principal é um menu degustação (com opção vegana) que celebra diferentes modos de preparo da carne suína. No Dona Onça, o menu é composto por pratos de perfil afetivo e origem brasileira. No Hot Pork, serve cachorro-quente moderno e com ótimos ingredientes, e a Sorveteria do Centro oferece sabores inusitados de sorvetes, como floresta negra e caipirinha. Seu empreendimento mais recente é o Merenda da Cidade, que serve todos os dias um prato feito, o tradicional PF, por valor mais acessível. Além disso, é defensora da boa alimentação para todos e participou de um projeto de reformulação da merenda servida em escolas estaduais de São Paulo.

O restaurante A Casa do Porco, que Janaína Rueda comanda ao lado do chef Jefferson Rueda, foi eleito o 12º melhor do mundo pelo The World’s 50 Best Restaurants. É a casa brasileira mais bem posicionada no ranking.

Continua após a publicidade

O prêmio será entregue em mãos em uma cerimônia presencial que acontecerá no dia 28 de novembro no Rio de Janeiro. Até lá, outras duas categorias serão anunciadas. No dia 23 de outubro, será a vez do Prêmio Íconeque valoriza cozinheiros de grande influência. No ano passado, a láurea foi para o chileno Rafael Rincón. Já no dia 6 de novembro será anunciado o nome do Prêmio American Express One To Watchdado a revelações da cozinha contemporânea. Em 2022, a dupla Mauricio López e Sebastián Giménez foi escolhida pelo trabalho de valorização de ingredientes locais que vêm fazendo na Bolívia.

Esta é a décima edição do prêmio, que já reconheceu o trabalho de outras profissionais como a também brasileira Manu Baffara, em 2022, e a peruana Pía León, que trabalhou no badalado Central, em Lima, em 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *